Nutrição Integrativa

A Nutrição Integrativa tem como objetivo o cuidado com a nutrição do planeta e o cuidado com a nutrição do ser humano.

Alimentar-se bem é primordial para o desenvolvimento de nossas rotinas diárias.

Atualmente fazemos muitas tarefas ao mesmo tempo, assim como pensamos e resolvemos muitas coisas ao mesmo tempo. Assim vamos deixando de nos ocupar e de nos preocupar com a nossa saúde. Só começamos a pensar nela quando aparecem os sintomas de adoecimento. Na alimentação não é diferente.....comemos o que é mais fácil, o que temos mais acesso. Cozinhar deixou de ser um hábito diário, delegamos. Temos inúmeras possibilidades de escolha de comidas prontas (restaurantes, fast food) e muitas vezes processadas (pratos congelados e semi-preparados).

Nutrição Integrativa

Busca a conexão com a Natureza, o Respeito e a Harmonia com a Mãe Terra.

Cuidado com a Nutrição do Planeta

Relação da planta coma a Mãe Terra

Relação da planta com o Homem

Nutrição IntegrativaRelação do Homem com a planta

Relação do Homem com o plantar e colher

Relação do Homem com a Terra por meio do alimento

Percepção de que o alimento é uma relação de tudo que existe.

 O cuidado da nutrição do planeta envolve :

  • incentivo ao uso de alimentos orgânicos
  • Atenção ao consumo de transgênicos
  • descarte correto de resíduos
  • defesa e incentivo da permacultura
  • princípios da sustentabilidade e ecologia
  • proteção a Mãe Natureza

Busca o olhar para dentro, o resgate a conexão com o Divino.

Baseada nos princípios dos Cuidados Integrativos auxilia o paciente a exercer o autocuidado com técnicas para “ouvir o corpo”, priorizando o prazer em comer.

  • A Nutrição Integrativa, assim como o Novo Guia Alimentar Brasileiro, recomenda o consumo de alimentos frescos, de procedência conhecida e a adoção de uma dieta baseada sobre tudo em alimentos frescos, ou in natura – não industrializados – como carnes, verduras, legumes e frutas.
  • A Nutrição Integrativa assim como o Novo Guia Alimentar Brasileiro defende que: “Precisamos resgatar e valorizar a culinária, planejar as nossas refeições, trocar receitas com amigos e envolver a família na elaboração das refeições. Isso pode até implicar dedicação de mais tempo, mas o ganho em saúde e na convivência é significativo.” 

a Nutrição Integrativa resgata que a refeição é um momento de encontro, onde se compartilha além da comida, histórias, experiências, ideias e sentimentos. Nessa visão, o ato de cozinhar, o ambiente onde se come e a companhia, ou seja, com quem se come são tão importantes quanto uma alimentação equilibrada. A cozinha é um ambiente acolhedor e agregador, pois é nesse ambiente que se resgata histórias, memórias, boas lembranças, cheiros da infância, bons momentos de convívio, então pode-se dizer que a cozinha é o coração da casa. A nutrição acontece de várias maneiras, pela estimulação do olfato através da transformação dos alimentos pelo fogo, o cheiro que sai das panelas, o manuseio das ervas frescas e especiarias, uma verdadeira alquimia. Também por meio da visão, diante de diferentes formatos e cores dos alimentos. Ao lavar uma verdura, picar um legume ou sovar a massa de para um pão, estimula-se o tato, e por fim a boca começa a salivar na espera do momento de degustar as receitas maravilhosas que são confeccionadas ora pela mãe, ora pela avó, ora pela tentativa de replicação de uma receita que foi saboreada numa determinada viagem. Pode-se dizer que a culinária nutre o corpo e a alma.